terça-feira, 18 de agosto de 2015

A comida mineira é famosa em todo Brasil e até mesmo no exterior. Pelos quatro cantos do país não é difícil encontrar um restaurante que sirva a deliciosa culinária de Minas.

Parte do segredo dos pratos mineiros pode ser atribuído ao tempero usado. Em Minas Gerais é comum usar mais que sal para dar sabor à comida. Em quase todas as casas do estado é comum encontrar um pote de tempero preparado artesanalmente e que fica à disposição para dar o toque especial ao preparado das iguarias mineiras. Muitas vezes o tempero é também presente dado aos visitantes.

Não existe uma receita padrão. Minas Gerais é um estado grande e em cada região é possível encontrar variações da base do tempero que sempre tem bastante alho em sua composição. Abaixo a receita básica do tempero mineiro.

Não tenha medo de ousar e dar seu toque especial com o seu ingrediente.


Ingredientes
  • 200 gramas de alho
  • 1/2 kg de cebola
  • 2 pimentões vermelho
  • 1 maço de salsa
  • 1 maço de cebolinha verde
  • 400 gramas de sal

Modo de preparo
  • Bata todos os temperos no liquidificador, exceto o sal, que deve ser agregado ao final
  • Misture bem até que fique com a textura bem homogênea. 
  • Guarde na geladeira em vidros esterilizados para uso diário.


15:34 Flávio Peixe
A comida mineira é famosa em todo Brasil e até mesmo no exterior. Pelos quatro cantos do país não é difícil encontrar um restaurante que sirva a deliciosa culinária de Minas.

Parte do segredo dos pratos mineiros pode ser atribuído ao tempero usado. Em Minas Gerais é comum usar mais que sal para dar sabor à comida. Em quase todas as casas do estado é comum encontrar um pote de tempero preparado artesanalmente e que fica à disposição para dar o toque especial ao preparado das iguarias mineiras. Muitas vezes o tempero é também presente dado aos visitantes.

Não existe uma receita padrão. Minas Gerais é um estado grande e em cada região é possível encontrar variações da base do tempero que sempre tem bastante alho em sua composição. Abaixo a receita básica do tempero mineiro.

Não tenha medo de ousar e dar seu toque especial com o seu ingrediente.


Ingredientes
  • 200 gramas de alho
  • 1/2 kg de cebola
  • 2 pimentões vermelho
  • 1 maço de salsa
  • 1 maço de cebolinha verde
  • 400 gramas de sal

Modo de preparo
  • Bata todos os temperos no liquidificador, exceto o sal, que deve ser agregado ao final
  • Misture bem até que fique com a textura bem homogênea. 
  • Guarde na geladeira em vidros esterilizados para uso diário.


sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Torta de Limão - Você sabe cozinhar
Ingredientes

Massa
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de manteiga
meia lata de creme de leite 
1 colher (chá) de fermento em pó

Recheio
1 lata de leite condensado
6 colheres (sopa) de suco de limão
meia lata de Creme de Leite
1 colher (sopa) de raspas da casca de limão

Merengue
3 claras
meia xícara (chá) de açúcar

Modo de Preparo

Massa:

Em um recipiente, peneire a farinha de trigo, faça uma cova no centro e coloque a manteiga, o creme de Leite e o fermento em pó. Misture-os com as pontas dos dedos, até que a massa solte completamente das mãos. Deixe descansar por cerca de 30 minutos na geladeira. Abra a massa, forre uma forma de fundo removível (24 cm de diâmetro), fure o fundo com um garfo e asse em forno médio-alto (200°C), por cerca de 20 minutos.

Recheio:

Em uma tigela, misture bem o leite condensado com o suco de limão. Incorpore o creme de leite e as raspas de limão. Recheie a massa já assada e leve à geladeira por cerca de 30 minutos, para firmar o recheio.

Merengue:

Em uma panela, misture as claras e o açúcar e leve ao fogo baixo, mexendo vigorosamente sem parar, por cerca de 3 minutos, tirando a panela do fogo por alguns instantes a cada minuto, continuando a mexer, para não cozinhar. Retire do fogo e em uma batedeira, bata por cerca de 5 minutos ou até dobrar de volume. Desligue a batedeira, retire a torta da geladeira e cubra-a com o merengue. Retorne a torta ao forno por cerca de 10 minutos, para dourar. Sirva gelada.



17:02 Você sabe cozinhar acredite
Torta de Limão - Você sabe cozinhar
Ingredientes

Massa
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de manteiga
meia lata de creme de leite 
1 colher (chá) de fermento em pó

Recheio
1 lata de leite condensado
6 colheres (sopa) de suco de limão
meia lata de Creme de Leite
1 colher (sopa) de raspas da casca de limão

Merengue
3 claras
meia xícara (chá) de açúcar

Modo de Preparo

Massa:

Em um recipiente, peneire a farinha de trigo, faça uma cova no centro e coloque a manteiga, o creme de Leite e o fermento em pó. Misture-os com as pontas dos dedos, até que a massa solte completamente das mãos. Deixe descansar por cerca de 30 minutos na geladeira. Abra a massa, forre uma forma de fundo removível (24 cm de diâmetro), fure o fundo com um garfo e asse em forno médio-alto (200°C), por cerca de 20 minutos.

Recheio:

Em uma tigela, misture bem o leite condensado com o suco de limão. Incorpore o creme de leite e as raspas de limão. Recheie a massa já assada e leve à geladeira por cerca de 30 minutos, para firmar o recheio.

Merengue:

Em uma panela, misture as claras e o açúcar e leve ao fogo baixo, mexendo vigorosamente sem parar, por cerca de 3 minutos, tirando a panela do fogo por alguns instantes a cada minuto, continuando a mexer, para não cozinhar. Retire do fogo e em uma batedeira, bata por cerca de 5 minutos ou até dobrar de volume. Desligue a batedeira, retire a torta da geladeira e cubra-a com o merengue. Retorne a torta ao forno por cerca de 10 minutos, para dourar. Sirva gelada.



terça-feira, 4 de agosto de 2015

Publicado originalmente no Blog Vigilantes da Causa Magra

Você sabia que nós só precisamos de 2.400 mg de sódio ao dia, o que é equivalente a 6 g de sal por dia? E que um único tablete de carne industrializado, por exemplo, possuiu 2.200 mg de sódio em média.

A pedido do blog Vigilantes da Causa Magra, a nutricionista Cintia Azeredo, do Vita Check-Up, listou dez alimentos que podem substituir o sal. Ela explica que todos os alimentos já possuem uma determinada quantidade de sódio. Por isso, quando incluímos o sal nos alimentos ou temperos industrializados aumentamos ainda mais seu teor de sódio, muitas vezes, ultrapassando as necessidades diárias recomendadas. “Isso pode facilitar ou agravar a hipertensão arterial”, alerta. 

Segundo dados Vigitel/2014 do Ministério da Saúde, 24,8% da população sofre de hipertensão.
Assim, para realçar o sabor dos alimentos, é possível trocar o sal por temperos naturais, uma vez que estes não vão trazer danos à saúde. “Pelo contrário. São muitos os benefícios, além de deixar a comida saborosa”, garante Cintia.

Veja alguns dos alimentos listados: 

1. Alho: Tem ação hipotensora, vasodilatadora e sudorífera; estimula funções respiratórias; reduz a taxa de colesterol total e triglicerídeo no sangue. Elimina toxinas e bactérias patogênicas e tem a vantagem de combinar com quase todos os tipos de cardápio.

2.Salsinha: Tem ação digestiva, combate cólicas menstruais e ainda é indicado para infecções urinárias e problemas renais. É rica em antioxidantes e anti-inflamatórios. Pode ser utilizada em legumes, assados, sopas, massas, carnes e frango.

3. Cebola: Melhora a circulação sanguínea, previne o envelhecimento das artérias, é rica em potássio, ajuda a controlar a pressão arterial, funciona como aliada no combate a problemas respiratórios e ainda combina com quase todos os cardápios.

4. Hortelã: Tem ação analgésica, estimulante, aromatizante, antioxidante, expectorante, previne problemas bucais e ainda ajuda na digestão, aliviando problemas estomacais e intestinais. Pode ser utilizada em chás, sucos, feijões, batata, berinjela e cordeiro.

5. Limão: Aumenta as defesas do organismo, facilita a digestão, regula a absorção de açucares, pela presença de fibras solúveis, fonte de potássio, que auxilia no controle da pressão arterial. Pode ser usado em sucos, temperos de saladas, entre outros.




12:48 Você sabe cozinhar acredite
Publicado originalmente no Blog Vigilantes da Causa Magra

Você sabia que nós só precisamos de 2.400 mg de sódio ao dia, o que é equivalente a 6 g de sal por dia? E que um único tablete de carne industrializado, por exemplo, possuiu 2.200 mg de sódio em média.

A pedido do blog Vigilantes da Causa Magra, a nutricionista Cintia Azeredo, do Vita Check-Up, listou dez alimentos que podem substituir o sal. Ela explica que todos os alimentos já possuem uma determinada quantidade de sódio. Por isso, quando incluímos o sal nos alimentos ou temperos industrializados aumentamos ainda mais seu teor de sódio, muitas vezes, ultrapassando as necessidades diárias recomendadas. “Isso pode facilitar ou agravar a hipertensão arterial”, alerta. 

Segundo dados Vigitel/2014 do Ministério da Saúde, 24,8% da população sofre de hipertensão.
Assim, para realçar o sabor dos alimentos, é possível trocar o sal por temperos naturais, uma vez que estes não vão trazer danos à saúde. “Pelo contrário. São muitos os benefícios, além de deixar a comida saborosa”, garante Cintia.

Veja alguns dos alimentos listados: 

1. Alho: Tem ação hipotensora, vasodilatadora e sudorífera; estimula funções respiratórias; reduz a taxa de colesterol total e triglicerídeo no sangue. Elimina toxinas e bactérias patogênicas e tem a vantagem de combinar com quase todos os tipos de cardápio.

2.Salsinha: Tem ação digestiva, combate cólicas menstruais e ainda é indicado para infecções urinárias e problemas renais. É rica em antioxidantes e anti-inflamatórios. Pode ser utilizada em legumes, assados, sopas, massas, carnes e frango.

3. Cebola: Melhora a circulação sanguínea, previne o envelhecimento das artérias, é rica em potássio, ajuda a controlar a pressão arterial, funciona como aliada no combate a problemas respiratórios e ainda combina com quase todos os cardápios.

4. Hortelã: Tem ação analgésica, estimulante, aromatizante, antioxidante, expectorante, previne problemas bucais e ainda ajuda na digestão, aliviando problemas estomacais e intestinais. Pode ser utilizada em chás, sucos, feijões, batata, berinjela e cordeiro.

5. Limão: Aumenta as defesas do organismo, facilita a digestão, regula a absorção de açucares, pela presença de fibras solúveis, fonte de potássio, que auxilia no controle da pressão arterial. Pode ser usado em sucos, temperos de saladas, entre outros.




segunda-feira, 27 de julho de 2015

O Espírito Santo é um estado privilégiado por riquezas naturais. Na gastronomia uma gama de sabores encanta a todos. Iguaria tradicionalmente preparada para ir à mesa na Semana Santa, a torta capixaba sintetiza a diversidade de sabores do estado.


Ingredientes
  • 150 g de bacalhau salgado (e depois dessalgado e desfiado)
  • 150 g de camarão pequeno, sem casca, rabo e cabeça
  • 150 g de carne de siri
  • 150 g de mexilhões cozidos
  • 300 g de palmito pupunha fresco e picado em cubos pequenos
  • 200 g de cebola picada pequena
  • 200 g de tomate picado pequeno
  • 100 g de azeitonas sem caroço
  • 3 dentes de alho picadinhos
  • 8 ovos
  • suco de 1 ½ limão
  • coentro a gosto
  • azeite de oliva
  • sal a gosto

Modo de fazer

  • Separe os ingredientes que servirão para decoração da torta – algumas azeitonas e rodelas de cebola – e coloque dois ovos para cozinhar em água fervente por cerda de 5 minutos. Reserve
  • Preaqueça o forno a 180º C.
  • Em uma panela ou frigideira grande, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho. Quando a cebola murchar, junte o palmito e o tomate e deixe cozinhar por cerca de 3 minutos.
  • Acrescente os frutos do mar, as azeitonas e o bacalhau dessalgado e desfiado. Cozinhe por mais 3-4 minutos. 
  • Desligue o fogo, misture o coentro e o suco do limão, experimente e acerte o sal. Remova qualquer excesso de líquido/caldo e deixe esfriar enquanto prepara a etapa dos ovos.
  • Bata em neve as claras de 6 ovos. Reserve. Em outra vasilha, bata 6 gemas até se tornarem cremosas. Com delicadeza, junte-as às claras em neve.
  • Misture dois terços dos ovos batidos ao refogado já frio e transfira para uma panela de barro ou forma refratária untada com azeite. 
  • Cubra com o restante da mistura de ovos, decore com as azeitonas, rodelas de cebola e ovos cozidos cortados em fatias e leve ao forno preaquecido. 
  • Quando a superfície estiver bem dourada, retire do forno e sirva.

20:05 Você sabe cozinhar acredite
O Espírito Santo é um estado privilégiado por riquezas naturais. Na gastronomia uma gama de sabores encanta a todos. Iguaria tradicionalmente preparada para ir à mesa na Semana Santa, a torta capixaba sintetiza a diversidade de sabores do estado.


Ingredientes
  • 150 g de bacalhau salgado (e depois dessalgado e desfiado)
  • 150 g de camarão pequeno, sem casca, rabo e cabeça
  • 150 g de carne de siri
  • 150 g de mexilhões cozidos
  • 300 g de palmito pupunha fresco e picado em cubos pequenos
  • 200 g de cebola picada pequena
  • 200 g de tomate picado pequeno
  • 100 g de azeitonas sem caroço
  • 3 dentes de alho picadinhos
  • 8 ovos
  • suco de 1 ½ limão
  • coentro a gosto
  • azeite de oliva
  • sal a gosto

Modo de fazer

  • Separe os ingredientes que servirão para decoração da torta – algumas azeitonas e rodelas de cebola – e coloque dois ovos para cozinhar em água fervente por cerda de 5 minutos. Reserve
  • Preaqueça o forno a 180º C.
  • Em uma panela ou frigideira grande, aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho. Quando a cebola murchar, junte o palmito e o tomate e deixe cozinhar por cerca de 3 minutos.
  • Acrescente os frutos do mar, as azeitonas e o bacalhau dessalgado e desfiado. Cozinhe por mais 3-4 minutos. 
  • Desligue o fogo, misture o coentro e o suco do limão, experimente e acerte o sal. Remova qualquer excesso de líquido/caldo e deixe esfriar enquanto prepara a etapa dos ovos.
  • Bata em neve as claras de 6 ovos. Reserve. Em outra vasilha, bata 6 gemas até se tornarem cremosas. Com delicadeza, junte-as às claras em neve.
  • Misture dois terços dos ovos batidos ao refogado já frio e transfira para uma panela de barro ou forma refratária untada com azeite. 
  • Cubra com o restante da mistura de ovos, decore com as azeitonas, rodelas de cebola e ovos cozidos cortados em fatias e leve ao forno preaquecido. 
  • Quando a superfície estiver bem dourada, retire do forno e sirva.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

A receita de quiche é fácil de fazer e saborosa e pode ser servida em diversas ocasiões. Essa variação com palmito tem sabor requintado e agrada aos paladares mais exigentes. Se você não gosta de palmito, experimente mudar a receita. Não tenha medo de ousar. Frango, cogumelos, presunto e brócolis são opções deliciosas. Mãos à massa.


Ingredientes

Massa:
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
½ colher (chá) de sal
5 colheres (sopa) de margarina
1 ovo

Recheio:
500g de palmito em conserva escorrido e picado
2 ovos
200g de muçarela ralada grosseiramente
300g de creme de leite
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Massa:
Em uma tigela, misture a farinha, o sal, a margarina e o ovo. 2 Amasse até obter uma massa lisa que solte das mãos. Forre o fundo e as laterais de uma assadeira para torta com 24cm de diâmetro. Faça furos na massa com um garfo. Reserve.

Recheio:
Em uma vasilha, misture o palmito, os ovos, a muçarela, o creme de leite, o sal e a pimenta-do-reino. Reserve


Para montar coloque o recheio na massa reservada e asse em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 30 minutos, ou até dourar.

13:43 Você sabe cozinhar acredite
A receita de quiche é fácil de fazer e saborosa e pode ser servida em diversas ocasiões. Essa variação com palmito tem sabor requintado e agrada aos paladares mais exigentes. Se você não gosta de palmito, experimente mudar a receita. Não tenha medo de ousar. Frango, cogumelos, presunto e brócolis são opções deliciosas. Mãos à massa.


Ingredientes

Massa:
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
½ colher (chá) de sal
5 colheres (sopa) de margarina
1 ovo

Recheio:
500g de palmito em conserva escorrido e picado
2 ovos
200g de muçarela ralada grosseiramente
300g de creme de leite
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Massa:
Em uma tigela, misture a farinha, o sal, a margarina e o ovo. 2 Amasse até obter uma massa lisa que solte das mãos. Forre o fundo e as laterais de uma assadeira para torta com 24cm de diâmetro. Faça furos na massa com um garfo. Reserve.

Recheio:
Em uma vasilha, misture o palmito, os ovos, a muçarela, o creme de leite, o sal e a pimenta-do-reino. Reserve


Para montar coloque o recheio na massa reservada e asse em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 30 minutos, ou até dourar.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

dadinho de tapioca

Dadinhos de Tapioca são super fáceis de preparar e são super gostosos. Tira-gosto perfeito para receber os amigos, a iguaria fica perfeita quando acompanhada de um molho picante. Os dadinhos também podem ser preparados no forno. Para uma versão livre de gorduras, mas igualmente saborosa, experimente levar os dadinhos ao forno para assar. Fritos ou assados ficam uma delícia!

Veja a receita original dos famosos Dadinhos de Tapioca do restaurante Mocotó!

Ingredientes
  • Tapioca granulada 250g
  • Queijo de Coalho 250g
  • Leite quente 500ml
  • Sal 8 g (pode variar de acordo com o sal do queijo)
  • Pimenta branca 1 pitada
Modo de preparo

Misture o queijo ralado e a tapioca e junte ao leite bem quente, mexendo sempre para não formar grumos.
Acrescente os temperos e continue mexendo até a mistura começar a firmar.
Despeje em uma assadeira forrada com plástico (para facilitar o desenformar) e cubra com papel filme. Deixe resfriar em temperatura ambiente e leve à geladeira por pelo menos 3h.
Corte em cubos e frite por imersão a 180ºC até dourar.
Sirva com molho de pimenta

Rende 8 porções


15:58 Você sabe cozinhar acredite
dadinho de tapioca

Dadinhos de Tapioca são super fáceis de preparar e são super gostosos. Tira-gosto perfeito para receber os amigos, a iguaria fica perfeita quando acompanhada de um molho picante. Os dadinhos também podem ser preparados no forno. Para uma versão livre de gorduras, mas igualmente saborosa, experimente levar os dadinhos ao forno para assar. Fritos ou assados ficam uma delícia!

Veja a receita original dos famosos Dadinhos de Tapioca do restaurante Mocotó!

Ingredientes
  • Tapioca granulada 250g
  • Queijo de Coalho 250g
  • Leite quente 500ml
  • Sal 8 g (pode variar de acordo com o sal do queijo)
  • Pimenta branca 1 pitada
Modo de preparo

Misture o queijo ralado e a tapioca e junte ao leite bem quente, mexendo sempre para não formar grumos.
Acrescente os temperos e continue mexendo até a mistura começar a firmar.
Despeje em uma assadeira forrada com plástico (para facilitar o desenformar) e cubra com papel filme. Deixe resfriar em temperatura ambiente e leve à geladeira por pelo menos 3h.
Corte em cubos e frite por imersão a 180ºC até dourar.
Sirva com molho de pimenta

Rende 8 porções